Daqui a Cem Anos (Things to Come, Inglaterra, 1936)


“O fim está próximo. A vitória está chegando. O inimigo está próximo de ser destruído. Algumas aeronaves não foram localizadas. Evite áreas onde bombas caíram, pois estão infectadas pela Peste dos Errantes. Não beba água estagnada.” – trecho de um jornal de Setembro de 1964

Em 1940 o mundo está às voltas novamente com a ameaça de uma guerra mundial. O medo da população é grande, principalmente com um ataque de gases letais, levando todos a procurar proteção em máscaras contra gases. O conflito chega trazendo destruição por muitos anos e como principal consequência do colapso geral, surge em 1966 uma doença terrível, chamada de “Peste dos Errantes”, onde os infectados passam a caminhar como zumbis desnorteados, espalhando o horror pelo mundo devastado e sendo dizimados friamente com tiros certeiros. Parte da humanidade do pós-guerra regride tecnologicamente e volta para uma condição de barbárie, com uma luta selvagem constante pela sobrevivência.

Surgem então pequenas comunidades independentes e totalitárias. Uma deles é comandada por um militar tirano (Ralph Richardson) conhecido como “O Chefe”. Em determinado momento, eles recebem a visita inesperada de um avião pilotado por John Cabal (Raymond Massey), um representante de uma sociedade pacifista que preza “a irmandade da eficiência” e “a liberdade da ciência”. E que, ao contrário de boa parte da população, não regridiu e ainda conseguiu manter conquistas importantes como voar pelos céus a bordo de aviões, algo impensável para muitos após a guerra. O visitante veio em missão de paz, tentando introduzir nos grupos isolados novamente um conceito de civilidade, mas logo é preso e considerado uma ameaça. Porém, ele consegue escapar com a ajuda de um mecânico de aviões, Richard Gordon (Derrick De Marney).

Mais algumas décadas se passam e a humanidade progride tecnologicamente vivendo em 2035 em belas cidades futuristas rodeadas de máquinas e carros voadores, estando prestes a realizar uma viagem espacial com destino à Lua, através de uma cápsula lançada por um imenso canhão. Mas, novamente surge uma crise com a população inflamada se revoltando contra o progresso, colocando-o como o responsável pelas guerras que devastaram o planeta no passado. Reunidos num grupo numeroso, eles decidem destruir o canhão espacial, símbolo máximo desse progresso supostamente letal. Porém, antes de conseguirem o objetivo, uma cápsula pilotada por um casal de jovens aventureiros intrépidos, é lançada ao espaço pelo canhão, iniciando uma exploração espacial e uma possível nova era para a humanidade.

Daqui a Cem Anos” (Things to Come, Inglaterra, 1936), dirigido por William Cameron Menzies, é um filme com história baseada na obra do cultuado escritor inglês de Ficção Científica H. G. Wells (1866 / 1946). Apesar de sua importância para o gênero, é um filme menos conhecido em comparação com outros mais populares como “A Guerra dos Mundos” (1953) e “A Máquina do Tempo” (1960), também inspirados em sua literatura. Wells escreveu muitos livros divertidos que se transformaram em filmes, e por sua formação científica, suas histórias ganharam um cuidado maior com os aspectos da ciência ao invés, por exemplo, dos livros do escritor francês Jules Verne, que também se destacavam pela diversão, mas com histórias mais voltadas para a fantasia descompromissada com a ciência. A obra de H. G. Wells desfilou por vários temas interessantes como viagens no tempo e invasão alienígena (os já citados “A Máquina do Tempo” e “A Guerra dos Mundos”), além de manipulação genética (“A Ilha do Dr. Moreau”), viagens espaciais (“Os Primeiros Homens na Lua”), cientistas loucos (“O Homem Invisível”) e efeitos radiativos (“O Alimento dos Deuses”), entre outros.

Daqui a Cem Anos” foi lançado em DVD no Brasil em 2007 pela “NFK Filmes”, dentro de sua coleção de Ficção Científica e Fantasia. O filme, com fotografia em preto e branco, apesar de apresentar um elenco com atuações nitidamente teatrais, possui efeitos especiais muito interessantes principalmente para a época da produção, na longínqua década de 1930. Entre os destaques, temos os aviões imensos, os prédios enormes com elevadores panorâmicos e arquitetura futurista (similar ao clássico alemão “Metrópolis”, 1926) e a plataforma colossal abrigando o canhão espacial.

“Nunca contabilizaram a devastação causada pela Peste dos Errantes, assim como a peste negra na Idade Média. Ela matou mais da metade da humanidade. Ninguém que a contraiu sobreviveu. Aos poucos, viram que a epidemia havia terminado e que a vitalidade social estava retornando.”

Daqui a Cem Anos” (Things to Come, Inglaterra, 1936) # 563 – data: 27/02/11

www.juvenatrix.blogspot.com (postado em 27/02/11)

Jornada ao Centro do Tempo (Journey to the Center of Time, EUA, 1967)


“Ao longo da evolução do Homem, o tempo vem sendo medido pela jornada do planeta ao redor da escuridão do espaço. Cientistas usaram nosso sistema solar e nomearam vastas regiões do Universo como gigantes dispositivos do tempo. O tempo é equivalente, em névoa e distância, a nossa própria galáxia. A névoa às vezes se dissipa daquelas mentes mostrando a natureza real do próprio tempo. E dois significados de tempo são revelados. Tempo, da criação até hoje, mostrando todos os ontens tão fortemente quanto amanhãs que estendem-se pela eternidade. Um dia, os Homens encontrarão o equilíbrio entre essas duas forças. O passado e o futuro. Então o Homem poderá fazer uma fantástica Jornada ao Centro do Tempo.”


“Jornada ao Centro do Tempo” (Journey to the Center of Time, EUA, 1967) é um daqueles filmes divertidos de ficção científica com uma produção de baixo orçamento, e que era exibido na saudosa “Sessão da Tarde” da TV Globo, há muito, muito tempo atrás, junto com outras pérolas do cinema fantástico como “Destino: Lua” (1951), “Viagem Fantástica” (1966), “Robur, o Conquistador do Mundo” (1961), “Viagem ao Centro da Terra” (1959) e outros. Foi lançado em 2007 em DVD no Brasil pela “NFK Filmes” (já difícil de encontrar), e também é conhecido pelo título “Viagem ao Núcleo do Tempo” nas exibições na televisão.
Um empresário milionário e sem escrúpulos, Stanton Junior (Scott Brady, de “Viagem Rumo ao Infinito”, 1966), acaba de herdar as empresas da família após a morte de seu pai, e decide acompanhar de perto as ações de um projeto científico que desenvolve pesquisas de viagens no tempo, patrocinado pelo pai. Porém, visando unicamente a obtenção de lucros nos investimentos, ele exige que a equipe responsável pelo laboratório apresente resultados positivos urgentes, com a ameaça de suspensão das verbas e o consequente encerramento do projeto, substituindo-o por fabricação de armas. A equipe é formada pelos cientistas Dr. Gordon (o veterano Abraham Sofaer), e o jovem casal de namorados Mark Manning (Anthony Eisley, um ator com rosto conhecido em várias séries de TV dos anos 60 e em filmes tranqueiras como “A Mulher Vespa”, 1960 e “Os Monstros da Noite”, 1966) e a bela Karen White (Gigi Perreau).
O projeto é dividido nas Fases A (volta ao passado) e B (viagem ao futuro). Sob forte pressão, os três cientistas, juntamente com o indesejável Stanton, se lançam numa cápsula do tempo para 5.000 anos no futuro (ano 6968), e encontram o mundo numa guerra nuclear contra alienígenas, que procuram um planeta apropriado para se instalarem, e estão fazendo reparos em sua gigantesca nave espacial, enquanto são atacados pelos humanos, interessados em suas armas e tecnologia avançada. O líder dos alienígenas é interpretado por Lyle Waggoner, sob o comando principal da Conselheira Vina (Poupée Gamin). Após um confronto mortal com os humanos, armados com pistolas futuristas de raios, os cientistas do século XX conseguem escapar e a cápsula retorna no tempo para um milhão de anos no passado, indo parar dessa vez num mundo pré-histórico habitado por dinossauros gigantescos.
Paralelamente, enquanto os cientistas tentam voltar ao seu tempo normal, no laboratório central, outros profissionais da ciência tentam auxiliar no processo rastreando o paradeiro dos viajantes do tempo. São os jovens Dave (Andy Davis) e Susan (Tracy Olsen), sempre observados de perto pelo Sr. Denning (Austin Green), um representante das empresas de Stanton e amigo particular do falecido patrocinador do projeto.
Após diversas aventuras em fantásticas viagens no tempo, com direito a encontros com alienígenas humanóides prateados, perigosas cavernas vulcânicas repletas de pedras preciosas e dinossauros assassinos, o grupo de cientistas tenta retornar ao ano de 1968, reservando ainda surpresas num desfecho pessimista.
A despeito da produção paupérima e do roteiro simples, “Jornada ao Centro do Tempo” é um filme de ficção científica bagaceira que certamente garante a diversão desde que o espectador entre no clima de pura fantasia e desconsidere os defeitos, falhas na história e a overdose de clichês. Sendo um filme de FC dos anos 60 do século passado, temos o típico laboratório científico com cores exageradas cheio de luzes piscantes, botões para todos os lados, mostradores analógicos, interruptores, fitas magnéticas e computadores imensos. 
O tema do tempo como quarta dimensão e as viagens temporais é sempre muito interessante, e também difícil de ser tratado pela produção de um filme, com as óbvias dificuldades orçamentárias em se retratar um ambiente futurista ou mesmo algo no passado, principalmente para a tecnologia do cinema de meio século atrás. Assim como em outros filmes como “O Mundo Perdido” (The Lost World, 1960), aqui o dinossauro também é um lagarto de “pet shop” filmado sob uma perspectiva que o torna um animal gigantesco e aterrador. Como na maioria dos filmes desse período de ouro do cinema fantastico, o roteiro se preocupa em mostrar a bestialidade da raça humana sempre envolta em guerras, desde sua origem com conflitos primitivos até num futuro longínquo, às voltas com guerras mais tecnológicas contra seres invasores vindos de outros planetas. Mas, sempre enfocando a violência, tirania e luta pelo poder e liberdade como focos de nossa existência como espécie.
“Jornada ao Centro do Tempo” é altamente recomendável para os apreciadores do divertido cinema bagaceiro de Ficção Científica das décadas de 1950 e 1960, e que está na lista das sugestões dentro do sub-gênero de viagens no tempo, ao lado de outras pérolas como “A Máquina do Tempo” (The Time Machine, 1960), “Além da Barreira do Tempo” (Beyond the Time Barrier, 1960), “Passagem Para o Futuro” (The Time Travelers, 1964), “A Guerra dos Daleks” (Dr. Who and the Daleks, 1965), a série de TV “O Túnel do Tempo” (The Time Tunnel, 1966), a franquia “O Planeta dos Macacos” (1967), “Degraus Para o Passado” (Time Travelers, 1976), a trilogia dos anos 80 “De Volta Para o Futuro” (Back to the Future), e outros.


“Jornada ao Centro do Tempo” (Journey to the Center of Time, EUA, 1967) # 562 – data: 20/02/11
www.juvenatrix.blogspot.com (postado em 20/02/11)

Demônios da Mente (Demons of the Mind, Inglaterra, 1972)

Lançado no Brasil nos tempos das fitas de vídeo VHS, ainda inédito em DVD, mas disponível para download na internet, “Demônios da Mente” (Demons of the Mind, 1972) é um filme menor da consagrada lista da produtora inglesa “Hammer”. Tem os tradicionais elementos que tornaram-se marca registrada do estúdio como a ambientação antiga com direito a carruagens, vilarejos escondidos em florestas escuras, aldeões supersticiosos e sempre ávidos por vingança com tochas nas mãos, além de castelos imponentes e sinistros, explorando o interessante tema da “maldição familiar”. Mas, a quase ausência de sangue somada à narrativa lenta contribuem significativamente para um resultado apenas mediano, principalmente em comparação com o memorável legado de excelentes filmes que a “Hammer” deixou na história do cinema de horror.

Uma jovem moça, Elizabeth (Gillian Hills), está fugindo desesperada pela floresta quando é resgatada por Carl Richter (Paul Jones), um jovem estudante que mora sozinha numa cabana. Porém, poucos dias depois ela é recapturada por Klaus (Kenneth Warren, de “O Soro Maldito”, 1971 e “A Essência da Maldade”, 1973), o capataz troglodita do Barão Zorn (Robert Hardy), o pai da moça e que vive num castelo, mantendo tanto a filha como o outro filho, Emil (Shane Briant), presos em seus quartos e sem contato entre si. O motivo alegado é que sua família carrega uma maldição, com histórias de incestos, insanidade, pesadelos perturbadores, com o mal no sangue em uma desordem hereditária. A situação piorou gradativamente após o suicídio da mãe dos jovens, que não suportou sua existência de loucura. Eles vivem encarcerados no castelo, sob os cuidados da tia Hilda (Yvonne Mitchell).

Tentando obter a cura de seus filhos, o barão convocou o psiquiatra Dr. Falkenberg (o irlandês Patrick Magee, de vários filmes divertidos como “Dementia 13”, “A Orgia da Morte”, “Morte Para Um Monstro” e “Laranja Mecânica”), um médico considerado charlatão por muitos e que possui métodos suspeitos para obter os resultados.

Paralelamente, enquanto belas mulheres são brutalmente assassinadas na floresta, instigando a supertição local que demônios estariam agindo na região, um padre fanático (Michael Hordern) está vagando pelos arredores pregando a necessidade de lutar contra o mal, orientando os aldeões a fazer justiça em nome de Deus, trazendo mais problemas ainda para o Barão Zorn.

O diretor australiano Peter Sykes, de carreira curta, não estava inspirado em “Demônios da Mente”, mas em compensação ele corrigiu a mão no trabalho seguinte para a “Hammer”, a história de conspiração satânica “Uma Filha Para o Diabo” (To the Devil a Daughter, 1976), estrelada pelo ícone Christopher Lee ao lado de Richard Widmark, Denholm Elliot e a belíssima Nastassja Kinski.

Demônios da Mente” (Demons of the Mind, Inglaterra, 1972) # 561 – data: 07/02/11

www.juvenatrix.blogspot.com (postado em 07/02/11)

Fantomas – O Guerreiro da Justiça (Ogon Batto, Japão, 1967)


Um dos desenhos animados que mais marcou minha infãncia foi sem dúvida “Fantomas – O Guerreiro da Justiça” (Ogon Batto, Japão, 1967), exibido na televisão brasileira na década de 70 do século passado, em 52 episódios com aproximadamente 25 minutos de duração. “Fantomas” era um esqueleto poderoso, com sua capa negra e vermelha, que voava e tinha uma força descomunal, portando um bastão mágico que soltava raios e dilacerava qualquer sólido, sempre dando gargalhadas debochadas contra seus inimigos.

O desenho animado era marcante principalmente pelo clima sombrio e sinistro das histórias, com elementos de horror presentes de forma significativa. É claro que no final das contas, era sempre aquela previsibilidade da eterna luta do Bem (Fantomas) vencendo o Mal ( o “cientista louco” Dr. Zero), com a justiça prevalecendo, e revisitando agora após mais de 40 anos da produção, os roteiros ingênuos envelheceram e inevitavelmente perderam sua carga dramática de horror para uma época atual onde a exposição de sangue e violência tornaram-se banais.

Mas independente disso, o vilão principal Dr. Zero, obcecado em dominar o mundo, com seus quatro olhos coloridos (vermelho, azul, verde e amarelo) que soltam raios mortais e uma garra mecânica no lugar da mão esquerda, era realmente assustador, não hesitando em matar a sangue frio seus subalternos que fracassavam em alguma missão. E são inesquecíveis as marcas registradas do vilão, a sua nave como uma torre em forma de cone e com a capacidade de uma perfuratriz, e o jarguão tradicional com sua voz cavernosa, “Zeeeeerooooo”...

E tinham também os vários monstros e máquinas destrutivas criadas por ele e que realmente passavam uma sensação de desconforto, principalmente para a época, como uma ameaça constante para a humanidade. Sem contar a sinistra trilha sonora, que conseguia transmitir uma sensação sombria na condução das histórias.

Estão disponíveis na internet e/ou através de colecionadores uma parte dos episódios da série, com a abertura original japonesa e as histórias com a dublagem original da época. Abaixo seguem pequenas sinopses de 29 desses episódios, apenas como registro e resgate da nossa memória de infância e da nostalgia do mundo mágico da TV dos anos 70.

Atenção: as informações abaixo contém “spoilers”.

* “A Civilização Perdida” (The Secret of Atlantis) – Episódio piloto que apresenta os principais personagens, o brilhante cientista Dr. Steele (criador do super carro, uma espécie de disco voador), seu filho adolescente Terry, o grandalhão desajeitado Gabi (sempre faminto e responsável pelos momentos cômicos, mas que participou apenas parcialmente da série), a mocinha Marie (filha do arqueólogo Dr. Miller e única sobrevivente do naufrágio de um navio de pesquisas), o terrível vilão Dr. Zero, um cientista louco que quer dominar o mundo, e a origem do Fantomas, encontrado adormecido numa tumba ancestral no continente perdido de Atlântida. Aqui temos o primeiro combate entre o herói e o Dr. Zero, enfrentando uma “mão gigante” mecânica, que afundava navios.

* “Terror no Gelo” (Ice Terror) – Agora o Dr. Steele e as crianças enfrentam o Dr. Zero e sua máquina de fazer gelo, criando imensos icebergs. Fantomas é requisitado para salvar seus amigos de uma enorme piranha faminta enviada pelo vilão, e para eliminar a ameaça do plano maquiavélico do congelamento dos mares ao redor do planeta.

* “A Invasão do Dr. Zero” (Slavery) – Nesse episódio, o vilão Dr. Zero juntamente com o auxílio de seu ajudante Gorgo (tão sinistro quanto ele), invade uma pequena cidade rural e escraviza seus moradores, obrigando-os a trabalhar na construção de uma fortaleza como base para sua conquista do mundo. Fantomas é então chamado pela garotinha indefesa Marie para deter “a invasão do Dr. Zero” e livrar os aldeões da escravidão, impedindo que fossem dizimados após a conclusão do trabalho, enfrentando um robô gigante criado pelo cientista louco.

* “O Robô Gigante” (The Giant Robot) – A história mostra o Dr. Zero tentando se apossar à força de uma fazenda experimental de produtos agrícolas, supervisionada pelo Dr. Steele, e o herói Fantomas é convocado para combater o cientista louco, que auxiliado por Gorgo, enviou um “robô gigante” com o formato de um misterioso animal para o combate.

* “Fantasmagórico” (The Space Monster) – O alvo do Dr. Zero agora é destruir a cidade internacional, criada por vários nações em conjunto e com prédios futuristas, abrigando centros científicos de pesquisa tecnológica para o bem da humanidade, e onde vivem grandes cientistas do mundo todo. Enfatizando os elementos de ficção científica presentes no episódio, temos uma criatura alienígena capturada numa expedição espacial e que foi raptada pelo Dr. Zero e transformada num monstro gigante e agressivo que ataca a cidade. Resta apenas a convocação de Fantomas para deter o rastro de destruição do “fantasmagórico” monstro.

* “O Verme Dourado” (The Golden Worm) – Os rios da “Ilha do Ouro” estão secando misteriosamente deixando em seus leitos grande quantidade de ouro, que está sendo roubado pelo Dr. Zero através de um monstro gigantesco parecido com uma larva ou lagarta. Para salvar o Dr. Steele e seus amigos da ameaça do imenso “verme dourado” e impedir o sucesso do plano maquiavélico de enriquecimento do Dr. Zero, que traz novamente à tona seu robô gigante, surge Fantomas e o “morcego dourado” que sempre precede sua chegada.

* “A Garrafa Mágica” (The Battle of Uranus Island) – O Dr. Steele e outros cientistas estão trabalhando para resgatar um depósito de urânio no fundo do mar, trazendo-o à tona novamente para a superfície formando uma ilha. Após o sucesso do projeto, eles constróem uma usina subterrânea de extração debaixo de uma montanha, operada por robôs, para gerar urânio como combustível para navios. Logicamente, para atrapalhar os planos, o Dr. Zero envia um monstro mecânico parecido com um dinossauro para destruir a ilha, sendo combatido por Fantomas. Paralelamente, o maligno assistente Gorgo cria uma “garrafa mágica”, capaz de desmaterializar qualquer coisa, de aviões a pessoas, transformando tudo em fumaça e aprisionando em seu interior.

* “Os Cogumelos” (The Mystery of the Exhilirating Mushrooms) – Durante uma conferência mundial de paz realizada numa grande metrópole, os cientistas ficaram loucos após ingerirem no almoço misteriosos “cogumelos” envenenados, que mais tarde transformam suas vítimas em criatura bizarras. Os efeitos dsses cogumelos são o resultado de uma pesquisa de um cientista traidor, que sucumbiu para o lado do vilão Dr. Zero por dinheiro. Mas, Fantomas surge novamente para reestabelecer a ordem e eliminar a ameaça com um antídoto para o veneno dos cogumelos.

* “O Gato Preto” (The Black Cat) – Uma fábrica de produção de energia atômica para o bem da humanidade é o objeto de desejo do Dr. Zero, que quer utilizá-la para conquistar o planeta. Ele então cria um enorme “gato preto” robô para atacar e destruir trens e edifícios, causando mortes e acidentes por todos os lados, chamando a atenção das autoridades policiais e científicas. O diabólico felino mecânico guarda um terrível segredo, escondendo uma bomba em seu interior para surpreender a linha de defesa da usina de energia atômica no melhor estilo “cavalo de Tróia”, restando para o herói Fantomas a tarefa de impedi-lo.

* “O Disco Voador” (The Flying Saucer) – Um grupo de homens a serviço do Dr. Zero, liderados pelo ambicioso Comandante Nero, está realizando testes com um “disco voador” repleto de poderosas armas, atacando e destruindo as forças de defesa de uma união internacional de vários países. Paralelamente, o Dr. Steele e seu filho Terry estão investigando as ruínas de uma antiga civilização quando são atacados pelo monstro Zargon, enviado pelo Dr. Zero, obrigando um combate entre o esqueleto dourado Fantomas e a enorme criatura alada.

* “O Monstro Galgar” (Galgar the Monster) – Misteriosamente navios e trens começam a levitar, graças à ação de raios vermelhos emitidos por um imenso pássaro chamado Galgar, que foi despertado pelo Dr. Zero do fundo da terra. Esse monstro tem o poder de emitir raios anti-gravidade através dos olhos, permitindo que grandes e pesados objetos sejam levitados. O objetivo do cientista louco é se apossar de um armazém repleto com as mais poderosas armas atômicas do planeta, estrategicamente localizado no meio de montanhas, utilizando os raios de Galgar. Como o mapa da localização do armazém secreto foi roubado, o Dr. Steele foi então convocado pelo quartel general das Forças Aliadas para receber a missão de comandar a segurança do local, recebendo a ajuda de Fantomas para enfrentar o “Monstro de Galgar”.

* “Titã, o Terrível” (Titan the Terrible) – Na remota “Ilha Oriental” existem diversas estátuas em ruínas de uma civilização antiga, as quais guardam o segredo da localização de um poderoso cristal com superfícies mais duras que os diamantes comuns, chamado de “Estrela da Polinésia”. Esse artefato é cobiçado por cientistas liderados pelo Dr. Steele, que pretende utilizá-lo na indústria mundial com fins pacíficos, mas também é procurado para a construção de armas letais tanto pelo vilão Dr. Zero como por “Titã, o Terrível”, um rei do subterrâneo, que quer o cristal para utilizar contra a humanidade num plano de invasão da superfície. Para isso, ele envia um monstro com quatro tentáculos similar a uma aranha, restando para Fantomas a salvação da humanidade e a posse da poderosa jóia.

* “A Pedra do Dragão” (The Dragon Stone) – Um misterioso meteorito chamado “A Pedra do Dragão” encontra-se escondido no laboratório de um cientista. Ele possui alto poder de destruição, com uma energia além da imaginação, e que foi roubado pelo Dr. Zero para a fabricação de um arsenal de bombas que seriam utilizadas contras as bases militares do mundo, em seu eterno plano de conquista do planeta. Sua fábrica está secretamente localizada no interior de um vulcão numa ilha, e o Dr. Steele e seus amigos, auxiliados por Golas, um dos comandantes do Dr. Zero, que foi capturado e se voltou contra o vilão, tentam recuperar o meteorito. Mas, o vulcão é protegido por três monstros pré-históricos chamados de “Candar”, encontrados e despertados pelo Dr. Zero durante as escavaçãoes no interior do vulcão, restando novamente para o herói Fantomas eliminar sua ameaça.

* “Máscara Negra” (The Black Mask) – Um poderoso aretefato bélico chamado de “bomba furacão” é cobiçado pelo Dr. Zero, cuja fórmula secreta está dividida em duas partes, uma com o cientista Dr. Harold e outra com o Dr. Steele. O misterioso “Máscara Negra”, a serviço do Dr. Zero, é enviado para tentar roubar a fórmula, assassinando o Dr. Harold com uma arma de raios especiais e conseguindo a sua parte, porém ainda resta um confronto com o Dr. Steele para obter o restante das anotações. Ele envia o enorme monstro Ingra, com tem uma cabeça bizarra com tentáculos e que solta uma gosma ácida corrosiva, mas Fantomas surge para o duelo com o vilão e seu monstro.

* “A Pérola Atômica” (The Atomic Pearl) – Um cemitério de navios no Oceano Atlântico é um dos mistérios ocultos do fundo do mar. Lá, um submarino esconde um poderoso artefato chamado de “A Pérola Atômica”, um objeto esférico descoberto na Antártida por um cientista famoso, e que ficou soterrado no gelo por milhões de anos, absorvendo o magnetismo do planeta. O Dr. Zero está atrás dessa esfera poderosa para utilizar sua força magnética na criação de algum metal super resistente ao calor e choque. O Dr. Steele e seus amigos também estão procurando a pérola atômica e Marie é capturada por um polvo gigante que a leva até o submarino naufragado, mas tanto ela quanto a esfera são trazidos pelos homens do Dr. Zero até sua torre. Resta para Fantomas salvar a garota e impedir o uso maligno do artefato atômico, enfrentando mais um monstro enviado pelo cientista vilão, sendo dessa vez uma anaconda aquática gigantesca, com a cabeça parecida com a de um morcego.

* “O Raio da Morte” (The Deadly Rays) – Valdo é mais um vilão a serviço do Dr. Zero, também conhecido como “fantasma da luz”, que solta um poderoso “raio da morte” através de sua mão. Ele está atacando diversos depósitos de urânio pelo mundo com o objetivo de roubar o elemento químico para fabricar as terríveis “bombas de ouro”, com alto poder de destruição. O Dr. Zero decidiu então dar um ultimato à população da Terra, exigindo rendição num prazo de 24 horas, ou atacaria o planeta com suas bombas. A garotinha Marie pede ajuda para Fantomas, e durante um sonho ela recebe a informação da localização do arsenal de urânio roubado e a fábrica de bombas do vilão. Terry e o grandalhão desajeitado Gabi partem então na busca da descoberta do local. A base secreta é atacada pelas forças militares de defesa do planeta, mas uma explosão liberta um imenso monstro do subsolo, uma espécie de dinossauro alado e com chifres pelo corpo, cabendo ao herói Fantomas eliminá-lo num confronto violento.

* “A Mulher Fantasma” (The Ghost Woman) – Uma misteriosa mulher azul com vestido vermelho tocando flauta nas noites de lua cheia, como uma “mulher fantasma”, está matando cientistas ao redor do mundo, sempre procurando por seu filho. O historiador Dr.Mury procura o Dr. Steele alertando-o para se proteger e explica a história da mulher, que tem mais de 500 anos e foi a rainha de um remoto país basco, sendo vítima do irmão corrupto, um alquimista que raptou seu filho pequeno para poder assumir o poder. Paralelamente, um guarda espião do Dr. Zero vai informando o vilão sobre as aparições e objtivos da poderosa mulher e o cientista louco se interessa em usá-la em seus planos malignos. Fantomas é então chamado por Marie para intervir, protegendo o Dr. Steele e lutando contra monstros de pedra que se regeneram após serem desmembrados, aliados da mulher fantasma.

* “Morcego Espacial” (The Space Bat) – Episódio com muitos elementos de ficção científica, com roteiro totalmente ambientado no espaço sideral, onde um “morcego espacial” gigantesco está atacando e destruindo naves e estações espaciais à procura de alimento. O monstro é uma criação do Dr. Zero, uma nave espacial em forma de morcego, e os alimentos roubados nos vários saques são destinados na criação de filhotes de diversos monstros bizarros, mantido por um vilão alienígena chamado Sauron, escondido numa base espacial abandonada. Quando Terry, o filho do Dr. Steele, se perde no espaço ao tentar consertar uma avaria no casco do super carro, e encontra a estação abandonada, Fantomas surge para salvá-lo e destruir o “morcego espacial”.

* “Robôs Olímpicos” (The Robot Olympics) – Gorgo, o assistente do Dr. Zero, apresenta seu mais novo plano para eliminar os governantes do mundo, utilizando a realização dos tradicionais Jogos Olímpicos, onde muitos dirigentes estariam acompanhando nas tribunas de honra. Como o cientista louco ajudou um ditador a criar um país novo chamado “Estrela Negra”, financiando armas para suas guerras, ele agora irá utilizar esse país nos jogos, substituindo os atletas por “robôs olímpicos” parecidos com homens normais, mas extremamente fortes e competitivos. Dessa forma, eles iriam ganhar muitas medalhas e chamar a atenção e popularidade para a Estrela Negra, ingressando na Liga das Nações e facilitando o plano de conquista do mundo pelo Dr. Zero. Mas, um outro robô também disfarçado de atleta e representando o Japão, e o surgimento de Fantomas atrapalham os planos malignos do vilão. Dessa vez, o monstro enfrentado por Fantomas é uma espécie de leão gigante, com chifres na cabeça e que solta raios mortais pelos olhos.

* “O Castelo” (The Ghost) – Um autêntico e antigo “castelo” localizado na beira de um precipício próximo ao mar, tem mais de 690 anos e é guardado por um velho, em memória de seus ancestrais, cavaleiros que lutaram pela justiça em suas épocas. Considerado um dos cinco mais famosos castelos do mundo, ele é cobiçado pelo Dr. Zero por sua localização estratégica, com o objetivo de transformá-lo num forte para a conquista do mundo. Para isso, ele envia Gorgo e seus homens para persuadir o velho a vender a imensa construção de pedra. O Dr. Steele e as crianças também aparecem com a missão de tentar comprar o castelo, só que para construir em seu lugar um observatório espacial. Porém, o velho não quer vender em hipótese alguma, obrigando Gorgo a invadir a propriedade e tomá-lo à força. Já o Dr. Steele consegue convencer o velho a pelo menos visitar o castelo. Em seu imenso interior, eles descobrem a existência de um fantasma gelatinoso que protege o lugar e tem o poder de engolir as pessoas e se transformar na aparência de qualquer um. Fantomas então aparece para impedir os planos de Gorgo e lutar contra o monstro gelatinoso, que ficou louco após ser atacado pelas armas do Dr. Zero.

* “O Monstro do Vulcão” (The Monster of the Volcano) – O Dr. Steel e seus amigos estão jogando golfe quando repentinamente vários jatos de água quente brotam no campo, devido à erupção de um vulcão próximo que estava extinto há centenas de anos. O novo plano maligno do Dr. Zero, colocado em prática por seu assistente Gorgo auxiliado pelo cientista Dr. Wolf, instalados numa base secreta muito abaixo da superfície, é detonar uma bomba no centro da Terra para acionar a erupção dos vulcões ao redor do mundo, deixando a humanidade com medo e fragilizada para a conquista do planeta. Para isso, o Dr. Zero conta também com vários “monstros do vulcão”, toupeiras imensas mecânicas em forma de dinossauros que podem atravessar pedras e suportar o calor das larvas vulcânicas, além de soltar fogo pela boca. O Dr. Steel é então enviado para uma missão no subsolo com um carro especial que voa e possui poderosas brocas perfuratrizes, mas é atacado pelos monstros, restando para Fantomas destruir a ameaça.

* “A Fábrica de Vulcões” (The Factory of Volcanoes) – Os diversos vulcões extintos ao redor do mundo estão misteriosamente entrando novamente em erupção e o Dr. Steele e seu filho Terry são encarregados de investigar o fenômeno. Eles chegam num laboratório de pesquisas do uso pacífico do calor subterrâneo e encontram apenas o cientista Dr. Gardner, pois todos fugiram de medo após serem ameaçados pelo Dr. Zero. Reunidos, eles partem num carro especial com brocas perfuratrizes para o subsolo encontrando no centro do planeta um sol interno, lagos e florestas, além de uma base secreta do vilão, mantida por Gorgo e o cientista especialista em vulcões Dr. Wolf (o mesmo do episódio anterior “O Monstro do Vulcão), onde eles montaram uma “fábrica de vulcões”com o objetivo de destruir a Terra. Fantomas é então chamado para intervir no plano maquiavélico do Dr. Zero, tendo que enfrentar vários monstros subterrâneos, sendo um deles um gigantesco animal com cabeleira branca e chifre na testa.

* “O Monstro Marinho” (The Sea Monster) – Um submarino atômico conhecido como “diabo do mar”, construído pelas forças de defesa da Terra para pesquisas científicas, numa idéia do Dr. Steele, é cobiçado pelo vilão Dr. Zero para auxiliá-lo na conquista do mundo. Para isso, Gorgo envia uma missão para instalar um aparelho oscilador no casco do submarino, permitindo localizá-lo no mar. A missão é formada por três homens com habilidades especiais, um deles tem olhos imensos, o outro um nariz avantajado e o outro possui grandes ouvidos. No caminho, eles são atacados por ferozes tubarões, que são combatidos por Golias, um “monstro marinho” com duas cabeças, enviado por Gorgo. Paralelamente, Terry e Marie, que estão no submarino, pedem para nadar e são atacados também por Golias, e ao fugirem entram numa caverna habitada por uma imensa cobra marinha. Resta para Fantomas a missão de combater a cobra e o monstro Golias, onde esse último é ferido na batalha e devorado pelo grupo de tubarões.

* “O Vampiro” (Mysterious Vampire Man) – O Dr. Zero está intimando seu assistente Gorgo para apresentar um plano definitivo em eliminar Fantomas e conquistar o planeta. Gorgo informa então que a resposta para a derrota de Fantomas está num computador eletrônico, que indicou um super morcego que vive nas selvas da América do Sul. Gorgo e seus homens partem então numa missão para localizá-lo, encontrando uma floresta selvagem habitada por cobras e plantas carnívoras. Através de uma passagem por uma caverna, eles encontram um castelo sinistro no alto de um penhasco rodeado por um pântano cheio de monstros. Ele é habitado por um misterioso “vampiro” que entre outras habilidades, solta morcegos pela boca. A criatura não humana aceita a proposta de Gorgo em lutar contra Fantomas, sequestrando Marie para atrair o herói. Enquanto isso, o Dr. Steele e seu filho Terry partem para o Amazonas no super carro para tentar encontrar Marie, e são atacados por um monstro com chifres que vive no pântano. Fantomas surge então para combater a ameaça e travar também um confronto mortal com o vampiro, que se transformou num morcego gigante.

* “O Monstro do Circo” (The Circus of Monsters) – Uma caravana de circo está transportando um imenso monstro de 20 metros e cabeça de rinoceronte com corpo de jacaré, que é a atração principal de um espetáculo. Porém, o ruído de um carro voador que estava sendo testado pelo Dr. Steele, faz com que o monstro ficasse violento e atacasse tudo ao seu redor, obrigando Fantomas a intervir. Sabendo da existência desse monstro, o Dr. Zero pede para Gorgo capturá-lo e criar uma forma de torná-lo ainda mais agressivo para utilizá-lo em seu eterno plano tirano de domínio do mundo. Para controlá-lo, eles sequestram o chefe do circo, que hipnotizado, obedece cegamente às ordens do vilão. O monstro novamente é apresentado pelo circo num número bizarro onde faz acrobacias num trapézio, mas se revolta e ataca a platéia, que é salva por Fantomas, numa luta mortal contra o imenso bicho.

* “O Cíclope” (The Cyclops) – Um grupo de homens do Dr. Zero, liderados por Gui, estão atacando o Dr. Steele e sua família, quando são surpreendidos por Fantomas, que os coloca em fuga. Pelo fracasso da missão, os homens são executados friamente pelo vilão, e Gui é poupado para uma nova chance. Agora, ele é enviado para matar Moro, o secretário do Dr. Zero, que decidiu fugir da torre levando importantes informações com ele. Na fuga, ele chega até uma cidade abandonada chamada Eastwood e entra numa mina desativada por quase meio século, sendo perseguido por Gui e seus homens. Antes, porém, Moro havia conseguido contato telefônico com o Dr. Steele pedindo socorro. O cientista surge no super carro e todos vão para a mina, que abriga um monstro conhecido como “cíclope”, que tem um único olho enorme no lugar da cabeça, e que solta raios mortais, além de uma boca imensa com dentes afiados localizada entre o peito e o abdômen. A horrível criatura é comedora de gente e os homens do Dr. Zero são suas primeiras vítimas, e para salvar o Dr. Steele, Terry e Marie do monstro, aparece Fantomas que o elimina num confronto violento.

* “O Homem Leão” (The Lion Man) – A nova invenção do Dr. Zero agora é um monstro sintético conhecido como “homem leão”, que agrega a agilidade do leão com a fúria do gorila e a ruindade do ser humano. Entre suas habilidades, ele solta fogo pela boca e dispara agulhas em alta velocidade pelas garras. O monstro está na África para testar sua força contra um grupo de panteras negras, eliminando-as facilmente. Em paralelo, o Dr. Steele com seu filho Terry e a garotinha Marie, também vão para o continente africano com o objetivo de realizar um estudo do desenvolvimento industrial da região, mas eles são surpreendidos por Gorgo e seus homens, que construíram uma represa, secando um rio que abastece uma tribo, obrigando os aldeões a trabalharem como escravos numa fábrica do Dr. Zero. Resta para o cientista Dr. Steele tentar libertar os aldeões, enquanto Fantomas encara um combate mortal contra o homem leão construído pelo vilão.

* “O Segredo do Diamante” (The Secret of Diamond) – Peggy é uma bela adolescente que não aparenta sua verdadeira condição de perigosa. Enquanto é passageira de um avião, ela decide utilizar uma metralhadora disparando diversos tiros no casco da aeronave e matando pessoas, fugindo de pára quedas momentos antes de detonar uma granada e explodir o avião no ar. Observando a coragem da menina, o Dr. Zero, através de seu fiel assistente Gorgo, convida a moça para se juntar com outro vilão, um homem com uma barra de ferro no lugar de uma das pernas, para uma missão que consiste em roubar uma maleta repleta de valiosos diamantes, que está com um milionário que quer doar sua fortuna para pesquisas científicas. Ele está hospedado no mesmo hotel onde estão o Dr. Steele, seu filho Terry e a mocinha Marie, que faz amizade com a aparentemente inocente Peggy. Fantomas é chamado para lutar com a moça, que tem uma habilidade incomum no manuseio com facas e armas de fogo, além também de ter que eliminar a ameaça de um monstro marinho com os olhos nas pontas de tentáculos.

* “A Quarta Dimensão – Final” (The End of Dr. Zero) – No último episódio da série, o Dr. Steele e seu filho Terry mergulham próximo de uma ilha à procura da base secreta do Dr. Zero, cujo reino subterrâneo está carregado com um imenso arsenal de bombas e instalações militares, e estaria localizado nas imediações. Eles são capturados por Gorgo e seus homens, e Fantomas aparece para tentar salvá-los, enfrentando primeiramente um monstro verde gigantesco e logo em seguida sendo obrigado a lutar novamente com o Dr. Morte, um ser negro com a mesma aparência de Fantomas, com o confronto acontecendo no mundo da “quarta dimensão”. O Dr. Steele consegue escapar da base, mas antes ele deixa preparada uma detonação de um dos mísseis do arsenal para desencadear uma reação em cadeia com as outras bombas. Enquanto Fantomas vence a guerra contra seu rival Dr. Morte, a ilha inteira explode, sendo também bombardeada por forças militares do lado de fora, que estavam preparadas para o ataque. Na explosão, o super carro é destruído, e com a base se desintegrando nos ares, é o fim do Dr. Zero, de Gorgo e seus homens, eliminando definitivamente a incansável ameaça de conquista do planeta.

Fantomas – O Guerreiro da Justiça” (Ogon Batto, Japão, 1967) # 560 – data: 02/02/11

www.juvenatrix.blogspot.com (postado em 02/02/11)